3 de jul de 2012

Indústrias e cultura, alguma relação?

|

             Bom dia, tudo bem?  Vocês devem estar curiosos para saber o tema da postagem de hoje. Aqui vai ele: qual é a relação entre as indústrias e a cultura nos dias de hoje?
Para entendermos melhor qual é esta relacão, é bom antes dar uma olhada nos conceitos de indústria e cultura. A indústria é uma atividade que produz materiais em larga escala a partir de matérias primas, os produtos dos quais serão vendidos mais tarde para a população. As primeiras indústrias surgiram no fim do século XVIII.
Já a cultura, é um termo bem mais abrangente e que se iniciou muito tempo antes do que as indústrias. Esta representa todo pensamento, invenção, crença e hábito feito pelo ser humano, ou seja, que tenha sido sentido, pensado, criado por ele. Ela surgiu na época em que o homem começou a se diferenciar dos outros animais, a fazer suas próprias ferramentas e a registrar suas ideias ou suas vivências. Hoje em dia, a cultura pode ser representada pelos esportes, artes, ciências e religiões.
A cultura surge a partir de um costume de um povo, cidade, país, etc. Por exemplo, moda. Pessoas são tentadas a comprar o que a moda lança, como um carro, ou roupa. Assim, as indústrias terão que produzir o material para que isso se torne parte da cultura.
            Elas produzem os materiais que irão ser utilizados, criando uma cultura ou contribuindo para uma ela. Infelizmente, devido as indústrias, as culturas estão ficando menos espontâneas e naturais.
video

          Outros exemplos que podem ser dados para relacionar as indústrias com as cultura são os seguintes:

ESPORTES

Pelos esportes podemos fazer a relação da seguinte forma: você sabe que para se praticar um esporte é necessário que haja alguma trave, cesta, rede, gol, bastões, raquetes, obstáculos, equipamentos, bolas, apitos ou outros materiais do gênero. Hoje em dia, estes são fabricados pelas indústrias, porque estas são muitas e estão cada vez mais presentes em nosso dia-a-dia. É por isso também que tenho certeza que você leitor não conhece uma pessoa que não possui algum objeto que não tenha passado por um processo industrial!

RELIGIÃO

Temos mais um exemplo: vamos supor que eu seja islamita e possua em casa um alcorão (o livro sagrado desta religião). Talvez, antigamente eu pudesse possuir um  manuscrito, mas hoje em dia é mil vezes mais fácil, acessível, barato e prático adquirir um de fábrica, que tenha sido impresso em uma indústria e, antes disso, o papel tenha sido fabricado na indústria papeleira.

ÉTICA E MORAL

Estes exemplos anteriores são muito simples e diretos, não é mesmo? Que tal agora um exemplo mais teórico, um pouco mais complicado e indireto? 
Vamos tentar...agora vamos relacionar uma ciência chamada ética. Você deve saber que a ética trata de como o ser humano pode viver bem no planeta Terra de forma sustentável, saudável e equilibrada, em relação a sua sociedade, aos outros animais e seres vivos, e aos recursos que possui para viver. 
Agora imagine um cientista desta área, que pensa sobre estes assuntos que acabamos de citar. 
Você acha que ele vai refletir sobre atividade industrial? 
É claro que sim! 
Uma pessoa que está pensando em como reduzir nosso problemas (entre eles, os ambientais) para levar uma vida melhor, vai certamente pensar em resolver o problema que as indústrias têm gerado (poluindo nossos rios e ares, devastando nossas florestas devido à grande demanda de produtos manufaturados, que também é ligada não somente com o aumento do número de pessoas, mas também, com o aumento do consumismo, entre vários outros).

INDÚSTRIA >>> MÚSICA

Já vimos que podemos relacionar a indústria com a cultura de diversas maneiras. Uma dessas é a música. A música é considerada parte da cultura de um país, sendo impulsionada pelas indústrias musicais.
            Existem várias indústrias diferentes que atuam nesta área. Temos as que gravam (indústrias de gravação gravam músicas em estúdios), as que produzem (indústrias que produzem CDs, instrumentos musicais, etc.), as que publicam (espalham a música, mostram ela para as pessoas através do rádio, da televisão, etc.), entre outras.
Assim, podemos ver o quão importante a indústria é em relação a cultura. Usamos o exemplo da música, mas existem vários outros, como a dança, a literatura, a arte, etc. 

CINEMA

Fizemos uma entrevista com Augusto de Souza, assistente operacional do Cinesystem Florianópolis, explicando um pouco mais desta relação.

video


VOCÊ CONHECE A LEI ROUANET?

As empresas têm, cada vez mais, incentivado as atividades culturais já que as mesmas têm sido motivadas pelo Estado através da lei Rouanet. Você a conhece?   
A lei Rouanet tem como objetivo  incentivar a cultura em diversos locais, com a ajuda das indústrias. Se estas patrocinarem um evento cultural, não precisarão pagar todos os impostos. O dinheiro que iria para o governo é usado diretamente para o patrocínio cultural. Mas, se a mesma quantia do imposto é dado para a cultura, porque a empresa participaria da lei, se não iria lucrar com isso? Indiretamente esta indústria iria ter um lucro, pois seu logotipo estaria ligado ao nome da determinada atividade cultural. Esta lei se aplica não somente à empresas mas também à pessoas físicas, ou seja,  pessoas que não fazem de parte de nenhuma corporação.

Escolha o seu filme preferido, pegue a pipoca, chame os amigos...Ir ao cinema, ao museu, ao show de música...a cultura faz parte disto, do que você é e gosta de ser! As indústrias interagem isso tudo, mas o fato da cultura ter produtos industrializados, não a desvaloriza! Aproveite!





Um comentário:

  1. PArabéns Hiperativas! O blog está lindo e bem informativo!

    ResponderExcluir